A Visão MãeMundo 2020

Thank you, Luiza, for the Portuguese translation

MotherWorld

por Kathy Jones

MãeMundo é uma sociedade na qual a mãe e os valores maternais de amor, atenção e apoio mútuos e para com a Mãe Terra e todas as Suas criaturas e a natureza são colocados no centro das nossas vidas e comunidades.

MãeMundo é a sociedade na qual os valores criativos e de afirmação da vida, acções, ideias e conhecimento são honrados e incentivados em mulheres, homens, crianças e em todos os géneros. É uma sociedade que se baseia no facto de que todas e todos vivemos na nossa Mãe Terra. Ela é nossa Grande Mãe, a Fonte e o Fundamento de tudo o que somos e de tudo o que temos. Somos as Suas criaturas. Precisamos cuidar da nossa mãe, de todas as pessoas e de toda a vida.

As Mães humanas dão vida e amor aos seus bebés. As mães carregam uma nova vida no seu ventre, geralmente por nove meses, e dão à luz filhos e filhas, que dependem delas por muitos anos. As mães são as principais cuidadoras do mundo, nutrem e criam a sua progenitura. Elas não fazem isso sozinhas, mas com o apoio amoroso dos pais, da família e da sociedade em geral. Essas crianças são o futuro da nossa espécie humana, do nosso mundo. Se não cuidarmos e apoiarmos as mães, essa falta de apoio prejudicará a sua capacidade de oferecerem incondicionalmente amor e carinho às suas filhas e filhos. Por sua vez, as crianças tornam-se pessoas adultas debilitadas, e assim os ciclos de danos continuam. As nossas famílias e sociedades precisam honrar e cuidar de todas as mães.

Esta visão MãeMundo exige uma “sea-change” (termo usado por Shakespeare em “A Tempestade”), uma mudança radical, uma alteração na forma como vivemos sobre a Mãe Terra e na maneira como criamos e projectamos as nossas sociedades para o futuro. Ela incentiva todos os indivíduos e comunidades a reconhecerem e a honrarem as Mães e todas as Mulheres, os nossos pensamentos e sentimentos, os nossos corpos, as nossas experiências, nossas vozes e os nossos valores de mulheres. Esta visão pede que todos e todas nós nos abramos ao Feminino Profundo nas nossas vidas pessoais e colectivas.

Valores fundamentais na nova MãeMundo:

Honrar a Mãe Terra como o ser vivo que é. Proteger e cuidar da Terra, da Água, do Fogo, do Ar e do Espaço, e de todos os seres que vivem no Seu mundo. Honrar todas as formas de ser mãe, bem como os pais, honrar todas e todos os cuidadores, celebrar, apoiar e nutrir crianças e jovens. Amor pelos e pelas nossas semelhantes, bondade, apoio, respeito, cuidado e compaixão.

Valores sugeridos para a nova MãeMundo incluem:

Honestidade, integridade pessoal, autenticidade, capacidade de se relacionar com as outras pessoas à sua volta, diversidade, direito à escolha, discernimento, inclusão, confiança, beleza, expressão emocional, escuta, limites claros, reflexão, desenvolvimento da alma, empoderamento, cura da Sombra, compaixão, felicidade, busca da sabedoria, incentivo ao auto-respeito, auto-responsabilidade, auto-estima, autoconfiança, autodisciplina, auto-reflexão; oração, cerimónia, serviço, conexão, parceria, generosidade, partilha da riqueza, capacidade de dar e receber, humor, criatividade, educação para todas as pessoas, resolução não violenta de conflitos, cuidado e protecção da Mãe Natureza e de todos os seres vivos, produção ética de bens e de serviços, protecção das pessoas mais vulneráveis e valorização da Sabedoria das Anciãs e Anciãos e da nossa ancestralidade.

MãeMundo é a sociedade onde as estruturas patriarcais e os valores de dominação, abuso de poder, controlo e coerção, ganância, lucro excessivo, competição destrutiva, violência, estupro, guerra, escravidão, sofrimento, fome, pobreza e poluição da Mãe Terra e de sua atmosfera, são reconhecidos como expressões sombrias da humanidade, que precisam ser desafiadas, desconstruídas, transformadas e curadas. No MãeMundo, práticas de cura para indivíduos, comunidades e para a própria Terra são incentivadas e prontamente disponibilizadas para todas as pessoas.

Na MãeMundo, reconhecemos que todos nós, seres humanos, carregamos feridas do nosso condicionamento patriarcal – padrões emocionais e mentais que podem ser activados quando tentamos mudar o nosso mundo. Dentro da nossa comunidade, estamos particularmente conscientes do nosso material psíquico mais sombrio, que inclui inveja, ciúme, julgamento, competição, sabotagem, punição, culpa, intriga, ressentimento, acusação e humilhação, projecção de emoções negativas, raiva, ira, medo, solidão, sensação de abandono, falta de amor próprio, de auto-estima e de autoconfiança, como resultado das nossas experiências culturais e cármicas individuais.

Na MãeMundo, um dos nossos primeiros cuidados é o amor e apoio mútuos, assumindo a responsabilidade pelas nossas emoções sombrias reprimidas e muitas vezes hostis. Essas sombras podem minar todos os nossos melhores esforços para mudarmos a nossa forma de agir nos nossos relacionamentos pessoais e sociais, nas nossas vidas como pessoas que amam a Deusa e vivem num mundo patriarcal, o que tantas vezes nos impede de experimentar o nosso verdadeiro poder. Aqui temos vindo a desenvolver habilidades e técnicas de expressão emocional, que nos ajudam a realmente ouvir cada pessoa e a oferecer reflexão e apoio quando necessário, para que possamos curar essas feridas. Esse trabalho pessoal de cura precisa e pode ser acelerado neste momento com a ajuda da comunidade MãeMundo, que nos mantém em segurança compassiva, enquanto trabalhamos para curar as nossas feridas.

O nome MãeMundo teve origem no romance de Barbara Walker “Amazon”, onde a autora descreve uma antiga sociedade matriarcal fictícia que vive em comunhão com a Terra. A nossa visão, entretanto, não é um retorno a uma sociedade assim, mas um movimento de avanço para um novo tipo de comunidade centrada na vida das mães, onde todas as pessoas são valorizadas, apoiadas e apreciadas, e onde podemos experimentar juntas novas ideias e formas de viver. A visão MãeMundo evoca um mundo amoroso, onde reconhecemos que somos mantidas e mantidos em segurança no abraço da Grande Mãe.

O Apelo MãeMundo

  • Apelamos ao empoderamento de mulheres e de homens de todas as idades.
  • Apelamos ao pagamento pelos governos e sociedades de um bom salário a todas as mães e cuidadoras e cuidadores de crianças, dependentes, jovens ou adultos, idosas e idosos, e outras pessoas enfermas ou incapacitadas.
  • Apelamos à paz no nosso mundo.
  • Apelamos ao fim da ameaça e da agressão pelo poder-sobre em todas as suas formas.
  • Apelamos ao fim de toda a violência – violência contra mulheres e meninas, meninos e homens, incluindo agressão, estupro, mutilação genital, circuncisão, escravidão, tráfico de pessoas, tortura, assassinato e guerra.
  • Apelamos ao fim do comércio de armas e da propriedade pessoal e social de armas perigosas.
  • Apelamos ao fim da fome, da pobreza, da falta de habitação e da apropriação dos recursos da terra por poucas pessoas à custa do esforço de muitas.
  • Apelamos ao fim de todo o sacrifício humano e animal para fins religiosos, políticos ou sociais.
  • Apelamos ao fim de todas as formas de crueldade humana e animal.
  • Apelamos ao fim de todas as desigualdades baseadas em género, raça, orientação sexual, deficiência e idade.

Chegou a hora destas mudanças ocorrerem.

A Visão MãeMundo foi recebida pela primeira vez em 2012 pela Sacerdotisa de Avalon, Kathy Jones, e foi desenvolvida, ampliada e refinada pela comunidade da Deusa do Templo da Deusa de Glastonbury. Esta Visão é continuamente inspirada pela Senhora de Avalon, Grande Deusa do Amor, Compaixão, Cura e Transformação da Ilha Sagrada de Avalon, Lugar de Maçãs. Esta visão também está sendo recebida por outras pessoas em diferentes comunidades e lugares do mundo e de diferentes formas.

A Visão MãeMundo é inclusiva e sem fronteiras. Ela suporta todas as pessoas – mulheres, crianças, homens e todos os géneros, em todos os lugares, que estão se esforçando para trazer de volta os valores da Deusa e do Feminino para as nossas vidas e sociedades, mudando o nosso mundo para melhor. A MãeMundo favorece a diversidade de expressões, pois a Mãe ama todas Suas filhas e filhos com os seus diferentes caracteres e modos de expressão.

Em agosto de 2019, foi criado o Partido Político MotherWorld, no Reino Unido, e Sue Quatermass foi a primeira candidata do MotherWorld a participar das Eleições Gerais no nosso país. Esperamos que haja mais candidaturas pelo partido MotherWorld nas eleições do Reino Unido e mais partidos MotherWorld/MãeMundo em outros países.

Desde 2012, esta Visão é apoiada por centenas de pessoas que assinaram o seu compromisso com a MotherWorld/MãeMundo on-line e por correio. Todas as pessoas que concordam com esta visão são convidadas a assumir o seu compromisso pessoal na página do Facebook MotherWorld e a começar a criar a Motherworld/MãeMundo nas suas próprias comunidades.

As comunidades e redes da MotherWorld/MãeMundo podem ser formadas por qualquer grupo de pessoas que concorda com os seus valores e princípios. Pedimos que todas as pessoas que assumem o compromisso com a MotherWorld/MãeMundo se conectem e permaneçam conectadas, criando uma rede mundial de amor e apoio aos nossos valores e acções criativas.

Compromisso com a visão MotherWorld/MãeMundo

A seguir, são sugeridos compromissos a serem assumidos por todas as pessoas que desejam co-criar a MãeMundo:

Comprometo-me a amar e apoiar a visão, as pessoas e os valores da MotherWorld, conforme descrito. A minha intenção é ajudar a trazer a MãeMundo à existência nos meus pensamentos, palavras e acções no mundo. Apoio a visão MãeMundo. Comprometo-me a assumir a responsabilidade pelos meus próprios ferimentos emocionais e mentais e pela sua cura. 

Poderá registar o seu próprio compromisso com a MotherWorld/MãeMundo enviando esta declaração para o Templo da Deusa de Glastonbury, 2-4 High Street, Glastonbury BA6 9DU, Reino Unido, ou assinando on-line ou na página do Facebook da MotherWorld.